Segunda-feira, 8 de Setembro de 2008

... ainda falando do Tempo...

... que tudo cura. Ou não...

... porquê esta mágoa, ainda esta dôr, este querer sorrir e não conseguir?... Pensei q tivesse perdoado, ainda hoje creio q perdoei, ainda assim, pergunto-me o porquê desta vontade quase irrestível de lhe berrar bem alto: se me deste um pontapé no cú, seu ingrato de merda, se estiveste meses sem me dirigir a palavra como se eu te tivesse feito algum mal, qd fostes tu q agiste como um FdP cmg, qd me fizeste sentir como se eu sofresse de alguma doença de pele altamente contagiosa ao ponto de nem sequer te aproximares de mim, se me fizeste isso tudo, porque é q agora andas manso? POrque é q não dizes: obrigadinho, vai à tua vida. E vais buscar uma das amiguinhas q te têm feito companhia durante estes tempos, as amiguinhas da coca e das fodas? Que caralho ando eu a fazer? Papel de palhaça, obviamente. Enfermeira/cozinheira/massagista/amiga. E palhaça. POrquê esta revolta, ainda? Porra. Será isto tudo por sempre ter sido mal habituada e ele ter sido o primeiro gajo q me amou, para dps se cansar e jogar-me fora? Será isto ainda dor de corno? Pode ser. Não o amo. Olho para ele e não identifico nada q me faça pensar: sim senhor, um  Homem para mim, para a minha Vida. Nada. Então isto só pode eu a ser filha da mãe a esfregar-lhe na cara q ele afinal tem mesmo de comer no prato onde cuspiu, porque a maltazinha toda da vida de merda q aquele parvalhão estáva a levar nem deu as caras... triste. Mas se é por isso, estou a ser mais estúpida q ele, pois esta situação faz-me mal, pois ele tem, estranhamente, o poder de me fazer sentir... pequena. Como Mulher. E eu sou um avião, desde pequena q as pessoas olham mt para mim, e desde q sou adulta faço os homens virar a cabeça, e não, nem uso decotes nem mini-saia. Sou poderosa. E ele faz-me sentir... fraca. Pouco valiosa. Insegura. E eu não gosto disso. Talvez porque cá dentro eu seja mesmo mt frágil e vulnerável, e uso sempre uma capa para esconder isso. Isto tem de acabar. Não confio nele. Como pessoa. Ele não é de fiar. O que hoje é bom, amanhã nem existe. Ao antever um triste fim para esta situação, não consigo evitar de me comportar como se a situação já se estivesse a passar, já ando de humor alterado, triste, a chorar pelos cantos, a dramatizar, e sei q este comportamento levará sem dúvida ao im que me aterroriza. Tenho de contrariar este comportamento. Porque das duas uma: ou dou de pino e desapareço, viro-lhe as costas e esqueço q ele existe. Ou Meto na cabeça q esta merda n significa nada, faz de conta q estou a ajudar um irmão, e mantenho o bom humor e na boa levo a coisa. Na boa. Sem estes restos de rancores q ainda andam aqui. Onde é q andam as putas da Vida dele agora q ele tanto precisa? Não há putas, essas desapareçem. Há a Santa. A Santa Bianca. Que de santa tem NADA. foda-se...

sinto-me: infeliz
tags: ,
aluado por Bianca às 23:29
link do post | vem até à minha Lua Azul | favorito
|
3 comentários:
De variando a 10 de Setembro de 2008 às 16:34
Na verdade à pessoas que nos fazem sentir fracos, que nos diminuem com um olhar, com uma palavra...
Penso que grande parte das pessoas têm um diabinho assim na vida, pelo menos eu tenho, no entanto a forma que uso para ultrapassar o que essa pessoa me faz sentir é pensar nos momentos bons que passo com outros, com as pessoas que realmente me dão valor pelo que sou e se estão realmente cagando para o que sou como homem (fisicamente) mas me olham sobretudo como pessoa, como ser humano, é nestas pessoas que encontro a força para levantar a cabeça quando reencontro o meu diabinho. Sim, também me parece que se algo de mau lhe acontecesse eu iria para perto, apesar de saber que voltaria a ser chutado para canto quando houvesse uma recuperação dela. Ser assim não significa ser idiota ou menor, mas sim olhar por quem significa algo para nós, por isso amiga, apesar de achar que está a ser idiota, acredite que não tá a ser!
A forma de ser, que é parte de si ,irá trazer-lhe toda alegria que merece, pode neste momento parecer que isso não irá acontecer, mas peço-lhe que continue a acreditar. São pessoas assim que marcam a diferença num mundo cada vez mais egoísta e virado para o sucesso imediato.
Um grande grande beijinho e abraço!
De Bianca a 11 de Setembro de 2008 às 00:40
... poças... ;'/ Obrigada pela força, sem dúvida q as tuas palavras já me mostraram um significado diferente para o q estou a fazer... pudesse eu dar-te um abraço bem apertado e daria, pelo conforto q me trouxeste... sei q n sou santa nenhuma, e ainda tenho dúvidas no porquê de continuar ali, mas tb sei q n soiu má pessoa, tenho meu feitio, mas sou coração mole, e aquele parvalhão lá me cativou talves por ser tão básico, tão "pedra" q se prejudica a ele mesmo e só se mete com merda q dps qd precisa, fica sozinho... mas francamente a habituada a ser protegida sou eu, sempre o fui, durante 8 anos fui tratada como uma princesa pelo meu bom gigante, pelo q estar agora a dar, dar, dar, e não receber nada qs q é tipo uma paga pelo q recebi durantetanto tempo, mas ao mesmo tempo custa-me q dele n venha tb protecção, preocupação, o cuidar... por isso é q tenho andado ainda mais com esta revolta aqui dentro... ontem tive de lhe dizer: qts vezes me perguntas como eu estou? como correu o meu dia? se estou bem?"... pois... teve de ser. Eu, pensar e calar? Não posso, dps ando stressadíssima e saem posts como este...
Beijo enorme e tudo de bom para ti! :*****
De variando a 14 de Setembro de 2008 às 18:51
Saber-te a escrever e a desabafar, aprender os teus sentimentos, feitio(s) e defeitos é o maior abraço que me podes dar. É bom imaginar-te a levantar a cabeça e a seguir em frente. Beijinho

Comentar Luar

.O meu ADN Visual :)

Read my VisualDNA     Get your own VisualDNA™

.Passaram por esta Lua...

xanga tracker
Digital Blue Cameras

.luares recentes

. A Dôr de Sentir e Saber

. o fim

. Cegueira

. inércia

. Inconsistência

. Já não tenho palavras

. A Paz que não existe

. ai... suspiro...

. HOMEM

. Coração fora

.Luas passadas

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Agosto 2006

. Maio 2006

.Janeiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.blá blá blá?

.favorito

. Covardia

. "Amigo"

. Compadre Inventor

. Tu ... um encontro ...

. o maior tesouro do mundo

. Não sei o quê ...

.pesquisar nesta Lua

 

.subscrever feeds