Domingo, 19 de Novembro de 2006

resposta ao"que raio de pessoa sou eu", I

... respondendo ao meu anterio post, "que raio de pessoa sou eu..."

... este vai ser um post que terá várias partes, pois não consigo de uma vez só responder a mim própria ao "que raio de pessoa sou eu"...

... que raio de pessoa sou eu?... começando pelo básico?... alguém que ama, muito. Alguém que está extremamente magoada com a crueldade e frieza da parte de alguém para quem durante anos, fui tudo para ele.

Revoltada, tb, com o seu medo de voltar a tentar ser feliz comigo, de voltar a acreditar no wondercouple, com o seu medo de que ande aqui para o magoar, como já fiz., por ignorância, por inexperiência... Como ele me faz agora... ABRE OS OLHOS! olha para o teu coração. Não te proíbas de pensar... fogo... que desperdício... somos tão bons juntos, seu tonto... como podes não querer fazer mais e melhor, agora, depois de tudo o que temos vindo a crescer?...

Sou tb alguém que sabe que existe outro alguém que está a pouco e pouco a matar o amor da sua vida só porque quer é estar acomodado numa coisa fácil, só porque não consegue pensar sobre o que fomos, sobre o que podemos realmente ser, juntos, sobre tudo o que de bom tivemos, e que, só por isso, vale tudo, vale tudo a pena, NÓS VALEMOS A PENA. Quero chamár-lhe cobarde, porque é assim que ele está a gir, mas não quero ofendê-lo... sei que nada o tirará daquela dormência onde quer estar... onde quer, ou onde até precisará estar, como forma de proteção...

...sou tb extremamente cansada... de lutar contra isto, de lutar por isto... existem momentos em que penso:"Fogo!, não mereces esta shit toda, não tens medo de ficar sozinha, és uma lutadora, toda a vida o foste... ESQUECE-O! é ele que fica a perder... sem dúvida..."... mas depois lembro-me de que ele... é o tal... é ele, o meu Amor, para além do físico...

e agora, exausta por mais um longo dia em que passei sem o meu Amor, vou procurar no frio gélido de uma cama vazia que me espera, a dormência que me fará enfrentar mais uma segunda-feira, início de semana, longa semana...

... alguém sabe a melhor forma de aparentarmos felicidade?...

Queridos amigos "omnipresentes"... não existem palavras que exprimam a minha gratidão para convosco... para com todos vós, que vão passando na minha vida de forma "invisível", mas tão marcante... grata *

 

aluado por Bianca às 23:20
link do post | vem até à minha Lua Azul | favorito
|
13 comentários:
De Pankas a 20 de Novembro de 2006 às 00:26
Olá Bianca!!!

Mais um dia longo... sem dúvida...
Como escreves tão bem... sinto-me uma formiga ao pé da tua escrita...

olha bem para o k escreveste: "alguém que ama", "medo de voltar a tentar ser feliz", "ABRE OS OLHOS! olha para o teu coração", "de lutar contra isto, de lutar por isto... ", "és uma lutadora", "ESQUECE-O! é ele que fica a perder... sem dúvida..."... o que eu entendo é k o teu inconsciente te está a dizer tudo, mas tu ainda não queres ver que já não o tens... que és uma lutadora, que amas, que tens que olhar para o teu coração, que consegues superar isto e muito mais, que consegues esquecê-lo e sim, é ele que fica a perder, sem dúvida, isso sim...

Tu tens dito tudo... mesmo tudo... só que ainda não entraste bem na realidade... Entra na profundeza da realidade, nessa escuridão que, pelo que eu me apercebo, tanto te assusta...

Beijos...
Fica bem... (ou pelo menos tenta)
De Bianca a 21 de Novembro de 2006 às 09:37
Querida Abelhinha...
Pois é, parte de mim, a mais travessa, a mais orgulhosa, a que eu própria apelido de "mau feitio", porque tb o tenho, não sou nenhuma santa, tenho um carácter forte, por vezes até conflictuoso - e isto é algo contra o qual LUTO, pois não quero ser assim, e normalmente consigo, que me diz tudo isso: borrifa nele... estás a baixar a cabeça. ele não te dá valor, ESQUECE-O!!!... pois é... mas tb não posso esquecer q tb foi esta parte de mim que sempre me complicou a vida, sempre me fez ser uma pessoa lonje de "mosca morta", percebes... e às vezes qt não vale mais ser uma parvinha, que não "levanta cabelo por nada, diz q sim a tudo, e qd não tem coragem de dizer não, fica calada? Até qu ponto uma pessoa assim não será bem mais feliz do que eu, q sou reivindicativa, que sou orgulhosa?... até q ponto não vale mt mais ser fraca, mas feliz?! (feliz?) por isso Patrícia, por um lado, quero mandá-lo à fava!, quero desaparecer da vida dele e deixá-lo amargurar qd der pelo erro que comete... ma spor outro lado... eu AMO-O, bolas!... continuo a imaginar-me ao lado dele... continuo a querê-lo meu, continuo a achar que dentro daquele peito dormente ainda está o meu Amor, aquele que foi tão meu durante 8 anos... tão lutado, tão cultivado, ão especial... quero-o de volta... e não, não tenho medo de ficar sozinha... se quizesse, como já tenho referido por aqui, estava c/ outra pessoa, até tenho por onde escolher (lol?!)... que dôr!...
Querida Abelhinha... ,minha querida... obrigada pelos teus votos... eu tento... juro que tento... beijinho mt grande :*
De Bianca a 21 de Novembro de 2006 às 09:40
ups, calinada.. longe, com G! desculpem...
De Anónimo a 20 de Novembro de 2006 às 01:24
Cara Bianca

Tenho acompanhado a sua história e continuo a pensar que ele é mesmo um FELIZARDOOOOOO! Imagino até, que nem sequer saiba que é, bom, que não tenha bem a certeza... Mas que é, ai sem dúvida que é...

Perdoe-me a comparação que vou fazer, mas tal como quando perdemos alguém querido e que desta vida parte, durante algum tempo significativo, pensamos nessa pessoa como se ainda existisse. Até nos habituarmos à ideia de que essa pessoa morreu, apesasr da saudade sempre presente, a crueldade da realidade acaba por se esbater na auto-reconstrução que fazemos dos sentimentos. Basicamente é esse o verdadeiro período de recolhimento e inconformismo a que vulgarmente chamamos luto, que nada tem a ver com a cor preta, azul, branca ou outras...

Isto, para lhe pedir que encare a realidade, chore no tempo de chorar, que é este (faça o seu luto) e deixe que a solidão dos dias decorra lenta e dolorosa para que desponte a saudade e aí sim, quando a carência começar a ter som, sombra ou silhueta, a ter nome, rosto ou condição, a sofrida saudade preparará o seu coraçãozinho para a alegria da vida onde a felicidade a espera e na lembrança, ficar-lhe-á apenas "um frio arrepio", mas já não sentirá revolta, porque para mim, amor é dar e só se pode dar se houver alguém que queira receber.

Uma sugestão: Mude o título para " QUE RAIO DE PESSOA......ERA.....ele?"

Permita-me que daqui lhe envie 1 bjtº

ÂNIMO0000000000000000000000000000000000 !!!

Ah é verdade: TRIN é mesmo "O"
Obrigado
De Bianca a 21 de Novembro de 2006 às 10:48
Querido Amigo... tomo a liberdade de o tratar assim...
Grata pelas suas palavras...ele no fundo saberá melhor que ninguém a sorte que tem em ter o meu amor, em ter uma mulher como eu... que apesar de a esta altura estar mt fragilizada, psicologicamente exausta e a viver uma mágoa diária pela falta do seu amor, não sou apenas mais uma cara na multidão, não sou apenas mais um ser vivo que aki anda... sempre procurei valorizar-me pelo que penso, pelo que defendo, pelo lado mais nobre e humano que uma mulher pode ter... e ele sabe disso... e ainda assim, não saberá o quão eu mudei, com toda esta... aprendizagem... pela qual estou a passar... dolorosamente..
E sim, tb tem razão qd diz q esta situação pode ser comparada a qd perdemos, através da morte, alguém que nos é mt querido... a dôr e o sentimento de injustiça será mt parecido... infelismente sei o que é, e sim, é uma dôr similar... com a diferença de que a morte é irremediável, e aqui estamos os dois vivos, e eu insisto em que é uma estupidez deitar a perder tantos anos de amor, sem sequer tentar uma última e derradeira vez, como prova de Amor e Coragem como prova de que toda uma dedicação de anos vale realmente alguma coisa, neste mundo fútil e de relações rápidas e superfíciais onde vivemos...

Obrigada Trin... do fundo do coração... envio-lhe também, aqui desta distância invisível que nos põem tão próximos, um beijinho de gratidão*
De semprevida a 20 de Novembro de 2006 às 09:42
Bom dia Bianca

Nesta fase da minha vida ler o blog, fez despoletar emoções que tento esconder de mim mesma. Porquê?
Nesta altura a minha situação é identica à tua, para não dizer igual.
Quero dizer- te com isso, que nós mulheres somos capazes de superar tudo, e de voltar a amar de novo com a mesma intensidade.
Quanto mais perto estamos dessa pessoa, mais dolorosa é a sensação, por isso digo-te: Afasta-te o mais que poderes, muda tudo na tua vida, e qd deres conta ou ele sente a tua falta de verdade, ou o teu coração estará cheio de novas coisas que a vida nos dá, coisas que passamos diariamente por elas e nem nos apercebemos.
Amiga, sei k é facil falar, eu penso o mesmo, todos os conselhos que tenho recebido tou a transmiti-los, temos que lutar, nós somos fortes e isso fará toda a diferença.

Beijinhos.....
De Bianca a 21 de Novembro de 2006 às 11:13
Semprevida... que dôr!!!!!!!!!! Seremos capazes de voltar a amar com a mesma entrega? Seremos capazes de voltar a amar outro com o mesmo sentimento de honestidade, confiança e companheirismo? Seremos, Semprevida?...
Tens tanta razão no conselho que me dás... afastar-me... sim, tens razão...ou ele sentirá a aminha falta, ou já terei eu, entretanto, construído todo um novo mundo de coisas/sentimentos que me darão a luz de volta... mas a minha Luz é o Amor que só ele sabe dar-me... a minha luz é o Amor que durante anos ele me dedicou, de forma tão intensa, tão verdadeira, tão fiel... tão nosso...
... esquecer isto? impossível... nunca... afastar-me disto... tão difícil... não quero... quero-o de volta... ele é único.
Tens tanta razão... mas o amor tem uma lógica só dele, e a minha, por enquanto, enquanto aguentar, é esta... morro, mas dps sei que estarei mais forte que nunca, e mais preparada que nunca para ser feliz e para fazer alguém feliz... a minha maior luta é não secar por dentro, sabes? não secar este coração tão quente que tenho aqui... é difícil, pois tenho de vestir uma capa de frieza brutal, para não perder o controlo, para não desistir... mas esforço-me por não vestir tb o meu coração com esta frieza... luto.
Um abraço grato... e força para ti tb, minha querida Amiga :'|
De Luminusidade a 20 de Novembro de 2006 às 22:55
Amiga ... sofro ... sofro por ti ... sofro em dobro porque não posso dar outra ajuda que não seja a minha amizade profunda e a minha palavra ...
Hoje quero partilhar contigo um texto que uma outra amiga me ofereceu ... um texto que me reconfortou ... e deixo-to na esperança ... que ele seja para ti ... o escape da dor profunda que sentes:
"Houve tempos em que precisei chorar, e você me consolou...
Houve tempos em que eu sorri, e você sorriu comigo...
Houve tempos em que briguei e questionei, e você me apoiou...
Houve tempos em que sonhei, lutei, acreditei e vivi intensamente muitas emoções...
E você, com sua amizade verdadeira, esteve ao meu lado, enfrentando todos os obstáculos, acreditando em mim e em meus ideais...
Houve tempos em que me senti só, mas como um presente maravilhoso de Deus,
você surgiu em minha vida, com seu jeito especial e sua amizade verdadeira...
E hoje, não mais estou só, porque tenho você..."
Amiga ... dentro de ti existe um tesouro ... encontra-o ... redescobre-o ...
Tu és o bem mais precioso que os teus amigos podem ter … és Mulher (sim com M maiúsculo) …. sabes Amar … e conheces bem a dor da separação … e o valor de uma amizade ….
Amiga .... tu és simplesmente maravilhosa .... Acredita
Bjinhos ... imensos ....
De Bianca a 21 de Novembro de 2006 às 11:21
Minha querida Luz... querida Amiga... sinto o eco da minha dôr nas tuas palavras... que injustiça, fazer alguém chorar por mim, pela minha dôr... não quero isso minha Amiga... por favor, se de alguma forma te faz mal leres o meu blog, priva-te disso... eu compreendo... não quero que te sintas infeliz com a minha dôr... :( a minha gratidão para com a tua amizade é tal, que abdico de ter as tuas palavras, que me dão força e me fazem sentir querida, só para que tb tu não passes este inferno... a sério...
Grata pelo texto que me transcreves, é muito bonito... um hino à Amizade, pura e verdadeira... sinto-me muito grata por isso...
Maravillhosa serás tu, na dedicação da tua amizade, na verdade das tuas palavras... no apoio incondicional que me tens dado... Um abraço muito grande... com tudo de bom que posso desejar a alguém tão especial como tu, minha querida Luminusidade ;')
De Luminusidade a 22 de Novembro de 2006 às 12:24
Amiga ... não te culpes se um amigo chorar contigo ...
Quando uma Amigo chora tb as nossas dores ... é porque esse amigo ... é do coração ... está dentro de nós ... ama-nos ... e sente as nossas mágoas
Chorando-as ... divide connosco ... e alivia o nosso fardo ...
Ler as tuas palavras … sentir o teu desgosto … é uma forma de estar próxima de ti …
E amigo mesmo … quer estar sempre perto …. quer consolar …. dividir … partilhar …
Acredita ….jamais poderia passar sem te deixar uma palavra de consolo e conforto … de carinho e de profunda amizade ….
Tu és a Minha Querida Amiga ….
Uma Amiga Especial …. Uma Amiga Verdadeira …
Almas gémeas na dor e no sofrimento ….
De Bianca a 22 de Novembro de 2006 às 17:09
Querida Amiga... minha querida Luminusidade... estou muito grata por estares aí para mim... nem imaginas como... desta distâcia incontável estendo a mão e sinto a tua de encontro à minha... e isso tem um valor... para além da compreenção lõgica.
Obrigada minha Luz... :'|
De sonho a 21 de Novembro de 2006 às 05:58
ola amiga boa noite,

entra no blog, http://videosclipssonho.blogs.sapo.pt/

encontras lá um chat,aonde podes,tc com muitos amigos,ouvir musica,icons animados etc....

diverte-te espero que gostes...

beijinhos

sonho
De Bianca a 21 de Novembro de 2006 às 12:17
Sonho...
Obrigada pela tua sugestão... irei aproveitar... Muito grata :')
Beijinho grande*

Comentar Luar

.O meu ADN Visual :)

Read my VisualDNA     Get your own VisualDNA™

.Passaram por esta Lua...

xanga tracker
Digital Blue Cameras

.luares recentes

. A Dôr de Sentir e Saber

. o fim

. Cegueira

. inércia

. Inconsistência

. Já não tenho palavras

. A Paz que não existe

. ai... suspiro...

. HOMEM

. Coração fora

.Luas passadas

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Agosto 2006

. Maio 2006

.Janeiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.blá blá blá?

.favorito

. Covardia

. "Amigo"

. Compadre Inventor

. Tu ... um encontro ...

. o maior tesouro do mundo

. Não sei o quê ...

.pesquisar nesta Lua

 

.subscrever feeds