Quinta-feira, 22 de Março de 2007

SENTIR

 

 

- Cala-te! O que fazes aqui?!

- Estou no meu lugar.

- Não! Não voltes. Pus-te longe de mim, não te quero por perto!

- Ouve-me.

- NÃO!!!!! Não te quero ouvir. Sei o que me vais dizer. Não quero isso. Não quero voltar a sofrer. Afasta-te!

- Não me posso afastar pelo simples facto de que faço parte de ti, eu moro aí dentro.

- Não moras mais, não te quero sentir, não te quero ouvir... não quero morrer por tua causa...

- Impossível não me sentires. Tentas, mas não consegues. Esforças-te mas... sou-te essencial, não vives sem mim...

- Vivo. Tenho vivido sem ti!

- Errado. Tens sobrevivdo sem mim.

- E estava bem!

- Errado. Estavas a esconder-te. Estavas a fugir à tua Natureza. Sou eu quem comanda a tua Vida, sempre fui. Não podes agora pôr-me de lado só porque te sou inconveniente.

- Não me és inconveniente. Quase me matáste!

- Não fui eu que quase te matei. Foi a tua impulsividade, foi seres precipitada e imatura. Eu sempre amei a mesma pessoa. Sempre. Foste tu que falháste nas tuas opções.

- Conduzida por quem?!

- Pela tua cabeça, farta de pensar, farta de tentar achar uma solução, farta da rotina...

- Cala-te! Foste tu que me traíste! Foste tu quem me deu o sentimento de desprendimento ao ponto de acabar com tudo, ao ponto de estar com outro homem. Foste tu.

- Também. Mas na altura achavas que tinhas razão. E a razão não vem de mim.

- ...

- Olha para mim. Sente-me.

- Não, não quero! Não posso! Não consigo... :'( não posso voltar a sofrer... consegui levantar-me, saír do buraco onde estava enterrada contigo, e não quero voltar para lá... vai-te embora, por favor... mas porque raio vieste agora falar comigo??????!

- Porque me estás a acordar novamente.

- Tenho medo...

- Estás novamente a SENTIR.

- Não... não posso... quase morri por tua culpa... não posso sujeitar-me novamente a isso...

- Faz parte da Vida. Tudo é um risco. Amanhã podes não estar viva, hoje amas, amanhã podes odiar, hoje gostas, amanhã podes detestar... Basta estares Viva para estares em risco... e recomeçáste a viver, por isso estou aqui. Tens de me ouvir, tens de me voltar a por no meu lugar, tens de me encarar... sente-me.

- Estou cheia de medo. Não quero voltar a amar. Dói. Não quero voltar a sentir nada que me faça tremer, que me faça rir, que me faça chorar, que me faça feliz, que me faça infeliz. Não quero sentir nada de tão poderoso... não estou preparada...

- Se sentes, é porque estás preparada, apesar do medo. É por isso que estou aqui. Não tens coragem de me procurar, eu entendo porquê, mas está na hora de regressares ao mundo dos Vivos. Acorda desse Mundo onde achas que podes viver sem amar, sem sentir apego por alguém, onde achas que nasceste para seres uma pedra de gelo, inabalável. Acorda e toca-me.

- Não posso. Ainda dói. Afasta-te.

 

tags: , ,
aluado por Bianca às 21:53
link do post | vem até à minha Lua Azul | favorito
20 comentários:
De karoxah a 22 de Março de 2007 às 22:35
adorei as tuas palavras.

tocam bem cá no fundo, o facto de um outro ser viver dentro de nós...embora não queiramos.

fica bem

beijos**
De Bianca a 22 de Março de 2007 às 22:49
Karoxah...
Grata pelas tuas palavras... estou a tentar exorcizar este turbilhão de emoções que andam aqui... estou a tentar organizar-me... o medo persegue-me sem que eu me dê conta. O medo é como uma corda que me aperta, sufoca e me deixa num mar de tristeza amena... tento acabar com isto. Hei-de conseguir.
Obrigada por me visitares.
Um beijinho grande :**
De Annallegra a 22 de Março de 2007 às 23:20
Medo, medo do sofrimento de amar...

Uma coisa é certa, o amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera e não suspeita mal e nem se enraivece. Se tudo isso acontece já não é amor.

Já passei da fase do quero morrer, agora eu quero viver... e viver a vida com quem me faça bem feliz.

Te cuida amiga, quero ver a sua vitória!!!

.ANNALLEGRA.
De Bianca a 23 de Março de 2007 às 12:28
Querida Annallegra :)

Para mim a fase do quero morrer tb já acabou, e espero que NUNCA mais volte. Estou como tu: quero é Viver, quero é ser feliz, ao lado de quem de quer bem :) mas este medo de voltar a amar está a por-me um peso enorme aqui dentro :(
Mas estou a tratar disto, quero viver em pleno, sem medos :)
Um beijinho muito grande, grata pelo teu comentário Amiga :**
De vivendo-me2 a 23 de Março de 2007 às 10:41
É so loveeeeeeeeee, adorei e adoro tb a forma como fazes passar para o exterior o teu estado espirito.



Jokas
De Bianca a 23 de Março de 2007 às 12:32
Amigo :)
pois, é este sentimento que me dá medo... nesta conversa com o meu coração, vejo que ele está pronto para amar, mas eu não! Foi mt duro. Sei que não me devo agarrar ao medo, mas neste momento é ele que se agarra a mim, ainda está tudo mt fresco. Não quero depender de ninguém para ser feliz... e sabes que por mais que te esforçes para, mesmo amando, seres independente, sabes que o amor molda a tua Vida, e qd alguma coisa não corre bem, reflecte-se em tudo à tua volta... e eu não quero isso... enfim... ainda está tudo mt presente aqui dentro... dar tempo ao tempo, ir com calma..
Obrigada por me comentares, obrigada pelas tuas palavras Amigo :)
Beijinho grande, com Amizade :**
De olha_por_mim a 23 de Março de 2007 às 11:43
Olá amiga!!!
Lindo o que escreveste...a maneira como transmites os teus sentimentos...fazes-me sentir a tua dor...
Amiga não deves ter medo...se achas que tens medo por esse alguém que já te magoou bastante tenta afastar-te pois esse medo já vai ser para toda a vida...agora se ainda o amas e tens a certeza que ele sente o mesmo por ti...vai em frente amiga...perde o medo e segue a tua vida em frente...procura a tua felicidade seja com ele ou seja por outro...mas nunca tenhas medo de amar...
Beijocas grandes e bom fim de semana
De Bianca a 23 de Março de 2007 às 13:07
Amiga :)
O medo que sinto é mesmo o de voltar a amar. Tenho medo de voltar a falhar, e sofrer. Mas ei que não posso continuar assim, tenho de ter confiança, sobretudo, em mim...
Um beijinho enorme, grata pelas tuas palavras Amiga :**
De Moura ao Luar a 23 de Março de 2007 às 15:26
Ai miga..... hoje estou de tal forma que nem consigo assimilar as tuas palavras... parece que levei anestesia.
De Bianca a 23 de Março de 2007 às 16:44
Então Mourita, o que se passa? Força Miga... hoje tb estou com picos de alegria, e de tristeza... já me interrogo se não sofrerei de bi-polar, lol... enfim, dar tempo ao tempo, ter mta calma...
Beijinho grande, obrigada por me visitares :**
De Gota a 23 de Março de 2007 às 16:21
Hello! por mais que custe ouvir o que n se quer é importante que façamos o esforço... por mais que doa, por mais que seja um espinho no coração, uma facada nas costas.

pois é aquela pessoa que tanto gostamos que nos fala, que diz com sinceridade, e amizade o que sente...

beijinho
De Bianca a 23 de Março de 2007 às 17:06
epahseila...
Ouvir, sentir, tocar... não estou preparada para isso... se pudesse hibernava durante uns tempos... mas não posso. tenho de encarar a Vida, e esta dualidade de sentimentos que tenho aqui dentro, e acabar com este medo que me sabota a Alma...
Muito grata pelo teu comentário, bem vindo, e volta mais vezes :)
:**
De sonhos de algodão a 23 de Março de 2007 às 16:27
Oh Bianca, a dualidade de sentimentos é complicada, muito complicada de entender, muito complicada de explicar, mas tu fizeste-o muito bem, um dioálogo contigo mesma, com o teu coração e aquilo que ele quer, o que a tua racionalidade te diz.
O amor é sempre complicado e não sei quanto tempo passou desde que se instalou a sensação de vazio, eu como te disse, demorei 3 anos a libertar-me da dualidade de sentimentos, da tristeza, da desolação, da falta de capacidade de amar, eu magoei muitos homens, porque era fria, porque tinha um olhar glacial. Bom fim de semana
De Bianca a 23 de Março de 2007 às 17:03
Amiga... tu és DEMAIS!!!!! foste a única pessoa que mostrou aperceber-se de que esta é uma conversa entre o meu coração e eu... Sim, a dualidade de sentimentos... o sentir que devia amar este homem, mas o não querer, por ter medo de voltar a sofrer por amor... ainda é mt cedo, não estou preparada... no entanto sinto que a cada dia que passa gosto mais dele, e isso assusta-me... ainda sinto amor pelo meu ex-namorado, mas este tem tudo para que eu o ame, e sinto que estou a caminhar nessa direcção... e estou cheia de medo. Não quero. Não quero voltar ter ninguém que tenha esse tipo de poder sobre mim. Quase morria por causa disso.
Tb já parti o coração a uma pessoa, envolvi-me com ele, estáva frágil, mas afinal acabei por usa-lo, e cedo me apercebi disso. A relação terminou e ele ficou de rastos. Mas paciência. Tinha de ser assim. Ele achava que lhe tinha saído a sorte grande, deu-se mal...
Mas com este é diferente... e assusta-me este sentimento que quer crescer aqui dentro.
Um beijinho muito grande Amiga, obrigada por me compreenderes tão bem...
Tem um bom fim de semana, aproveita :)
:***********
De cintia a 24 de Março de 2007 às 07:45
Olá amiga!
O texto, está muito bonito consegues transpor nas palavras os teus sentimentos.
É normal que sintas medo, depois de já teres sofrido, mas amiga, é necessário seguires em frente...Procura seguir o teu coração, sei que é dificil, mas tens de pensar positivo, não é por sofreres uma vez que vais voltar a sofrer...Sorri e vive o dia à dia.
Bom fim de semana
Beijinhos

cintia
De Bianca a 26 de Março de 2007 às 09:42
Querida Cintia :)
Tens razão, não é por já ter sofrido uma vez que tenha de voltar a sofrer de novo... as hipóteses estão em aberto, tudo é possível... estou a caminhar na direcção oposta ao medo, devagar, mas com passos firmes, pois não me quero precipitar, nem deixar este medo mal resolvido... sei que vou conseguir...
Muito grata pelo teu incentivo, pela tua força Amiga, é-me preciosa :)
Um beijinho muito grande, e tem uma boa semana :****
De lovenox a 25 de Março de 2007 às 15:51
OLÁ BIANCA:
Cá estou eu para a visita semanal aos amigos virtuais, o teu post é cheio de energia, parece quase uma cena de um filme, provavelmente poderá estar a passar-se contigo não sei. Mas é importante não ter medo de amar.
Conto com a tua visita no meu blog.
BEIJOCA.
De Bianca a 26 de Março de 2007 às 09:45
Bom dia Amigo :)
Sim, esta foi uma conversa comigo própria, que aconteceu à medida que as teclas se iam primindo debaixo dos meus dedos, foi tudo mt "na hora", sem pensar mt no asusnto, fui escrevendo este diálogo. Sim, tenho medo de voltar a ama, não me quero ainda expor a esse ponto... preciso de tempo. Já agora, continuo com a paroxentina, tenho andado impecável... obrigada :)
beijinhos com Amizade, tem uma boa semana :**
De mikas a 25 de Março de 2007 às 19:07
Medo de sentir é medo de viver amiga...
De Bianca a 26 de Março de 2007 às 09:48
Amiga... eu sei... :( tenho de ultrapassar isto... estou a caminhar nessa direcção, vou conseguir, mas a seu tempo... grata pelas tuas palavras, Amiga, muito grata :)
beijinho grande, com Amizade :**
Tem uma excelente semana :*** por aqui está a começar bem cinzenta e chuvosa :| bah :p

Comentar Luar

.O meu ADN Visual :)

Read my VisualDNA     Get your own VisualDNA™

.Passaram por esta Lua...

xanga tracker
Digital Blue Cameras

.luares recentes

. A Dôr de Sentir e Saber

. o fim

. Cegueira

. inércia

. Inconsistência

. Já não tenho palavras

. A Paz que não existe

. ai... suspiro...

. HOMEM

. Coração fora

.Luas passadas

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Agosto 2006

. Maio 2006

.Janeiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.blá blá blá?

.favorito

. Covardia

. "Amigo"

. Compadre Inventor

. Tu ... um encontro ...

. o maior tesouro do mundo

. Não sei o quê ...

.pesquisar nesta Lua

 

.subscrever feeds