Domingo, 20 de Abril de 2008

Algo se passa...

Question Mark

... algo de mt errado ando a fazer, e ainda não sei bem o quê... mas tenho de ser eu, pois não pode a maioria estar toda errada e eu certa... e isso é mt grave, pois pensei q já tivesse aprendido a ser melhor pessoa... sinto-me alvo de injustiças e mal interpretações, julgada e condenada por algo que me passou um bocado ao lado, e ninguém se preocupou em tentar ouvir se eu tinha alguma coisa a dizer, a defender-me, ou não... será isto justo? Estarei eu assim TÃO errada?... só pode. Dado a proporção de eles para mim, são mts a condenar-me para ser eu a estar certa.

Ainda assim pergunto eu: porque é q num grupo de pessoas, todas com defeitos e falhas, algumas com atitudes nada correctas e q foram alvo de opiniões locais bastante severas, sou eu a única q quando falha, por pouco que seja, é logo levada "à patente" mais alta, julgada, condenada e castigada?... o que é que se passa que eu não consigo VÊR?... Onde é q eu estou a errar? Serei eu um monstro tal q já faço barbaridades sem me aperceber... serei odiada por este pequeno grupo, que deveria ser unido e leal?...

aluado por Bianca às 01:35
link do post | favorito
De variando a 20 de Abril de 2008 às 15:34
Um dia, desiludido, tive uma conversa com a minha melhor amiga:
- Mas que raio, porque me criticam assim? Porque carga de água reclamam quando choro, porque dizem para não rir tão sonoramente, porque me avisam para não dar estrilho ", para não falar alto em lugares públicos , para não expressar as emoções, para pensar antes de fazer, para não viver com tanta intensidade??? Porquê, porquê, porquê?
Ela ouvia e eu continuava...
- Por mim acabou! A partir de agora acabaram-se os pinotes, as risadas, os choros, as revoltas! Vou ser como elas querem, um entre tantos...
Cabisbaixo segui o meu caminho, ela ao lado pós a sua mão no meu ombro e disse-me com a sua voz que sempre me acalmou e acalma...
"- E deixares de ser tu? E deixares de ser quem és, aquele que nós adoramos? Não! Continua a ser como és! Elas reclamam porque reclamam sempre de tudo, porque sentem que têm que dizer qualquer coisa, marcar uma posição, mas no fundo, NENHUMA das tuas amigas desejaria que perdesses a tua verdadeira essência , o sumo que te torna diferente, único e especial"
Foi um belo dia esse e uma extraordinária lição de vida. Uma força que não esquecerei!...
Por isso lembra-te...talvez os teus amigos só estejam a tentar dizer qualquer coisa, só talvez...
Nunca percas a essência que te faz diferente.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Um dia, desiludido, tive uma conversa com a minha melhor amiga: <BR>- Mas que raio, porque me criticam assim? Porque carga de água reclamam quando choro, porque dizem para não rir tão sonoramente, porque me avisam para não dar estrilho ", para não falar alto em lugares públicos , para não expressar as emoções, para pensar antes de fazer, para não viver com tanta intensidade??? Porquê, porquê, porquê? <BR>Ela ouvia e eu continuava... <BR>- Por mim acabou! A partir de agora acabaram-se os pinotes, as risadas, os choros, as revoltas! Vou ser como elas querem, um entre tantos... <BR>Cabisbaixo segui o meu caminho, ela ao lado pós a sua mão no meu ombro e disse-me com a sua voz que sempre me acalmou e acalma... <BR>"- E deixares de ser tu? E deixares de ser quem és, aquele que nós adoramos? Não! Continua a ser como és! Elas reclamam porque reclamam sempre de tudo, porque sentem que têm que dizer qualquer coisa, marcar uma posição, mas no fundo, NENHUMA das tuas amigas desejaria que perdesses a tua verdadeira essência , o sumo que te torna diferente, único e especial" <BR>Foi um belo dia esse e uma extraordinária lição de vida. Uma força que não esquecerei!... <BR>Por isso lembra-te...talvez os teus amigos só estejam a tentar dizer qualquer coisa, só talvez... <BR>Nunca percas a essência que te faz diferente. <BR class=incorrect <a name="incorrect">Bjs</A> </A>e até já.
De Bianca a 21 de Abril de 2008 às 20:23
ADOREI!
Comoveste-me com este teu episódeo de vida, tão bonito, tão verdadeiro... Não, nunca deixei de ser eu, e como costumo dizer, agora é só limar umas arestas... mas a essência será sempre a mesma... adorei amigo :)
Um abraço muito apertado, e não, nunca deixes de ser tu tb quem és, nunca :)
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.luares recentes

. A Dôr de Sentir e Saber

. o fim

. Cegueira

. inércia

. Inconsistência

. Já não tenho palavras

. A Paz que não existe

. ai... suspiro...

. HOMEM

. Coração fora

.Luas passadas

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Agosto 2006

. Maio 2006

.Janeiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.blá blá blá?

.favorito

. Covardia

. "Amigo"

. Compadre Inventor

. Tu ... um encontro ...

. o maior tesouro do mundo

. Não sei o quê ...

.pesquisar nesta Lua

 

.subscrever feeds