Quarta-feira, 29 de Novembro de 2006

fórmula mágica para o esquecimento?...

Ontem não fui capaz de estar contigo... Porquê?... ;'(  Não tinha forças... não conseguia... sentia-me fraca demais para lutar por ti... sentia-me fraca demais para fingir que estáva bem... antes de me vir embora, preparei-me... vesti-me, perfumei-me, olhei para o espelho e achei-me linda, sexy e sorri, esperando poder repetir aquele sorriso para ti, S*... mas à medida que as horas foram passando, a distância se encurtando, e o teu silêncio me afundando... apesar de saber no fundo do coração que estarias lá, à minha espera... fui mirrando... até que qd estava quase a chegar, sobrava apenas a sombra de mim... uma pessoa escura, por dentro, sem um sorriso, sem brilho no olhar... por isso preferi pedir que não fosses... não quero que me vejas assim, fraca... a morrer por dentro... não quero que vejas o mal que me fazes, Amor... porque já me fizeste tão bem, já me dedicáste todo o teu Amor, incondicional e tão honesto, verdadeiro Amor... tento sorrir, tento buscar o meu brilho, tento... mas é tão difícil fazê-lo sem ti Amor. É tão difícil sabendo que estás com outra...

que dôr!... alguém sabe uma fórmula mágica para o esquecimento?...

música: sour sour times, Portishead
aluado por Bianca às 11:13
link do post | vem até à minha Lua Azul | favorito
20 comentários:
De desabafos a 29 de Novembro de 2006 às 12:23
Olá Bianca, infelizmente, passo pelo mesmo, e também não sei a formula do esquecimento, também ando à procura, mas todos os dias que passam às uns que custam mais a passar do que outros. É esperar que passe, mas sem nunca esquecer quem nós somos. Ontem li um slide que sofremos pelas expectativas que tinhamos e depois não concretizamos, dos beijos que queriamos dar e não dê-mos, e mesmo se pensarmos nos momentos bons que tivemos, nunca nos esquecemos que com essa pessoa nunca mais teremos. Enfim, a dor da perda e da rejeição é muito forte e corroi-nos por dentro. Mas espero que nos ajude a crescer.
De Bianca a 1 de Dezembro de 2006 às 14:32
Desabafos... ajuda a crescer... se ajuda!... e é um tipo de crescimento que ficará marcado para sempre, e que sei que me preparará para enfrentar tanta coisa que julgava estar preparada,e afinal, não estáva... sempre a crescer, sempre a aprender... é assim mesmo a Vida... o sofrimento ensina... ensina-nos a dar um valor aos pequenos momentos, aos pequenos gestos, às pequenas demonstrações de Amor que na altura não dáva... e vejo como fui fria e egoísta... sim, no fim ainda vou dizer: Obrigada Vida, por tudo o que me ensinas... e que quero tanto partilhar com aquele que é o mais importante para mim, e que mereçe ser tão feliz, por tudo o que já me deu, e por tudo o que sei que ainda guarda dentro dele...
Obrigada Desabafos... um dia, depois o outro... cá estamos...
abraço com Amizade
De Anónimo a 29 de Novembro de 2006 às 14:19
penso que ninguém poderá responder à sua pergunta...

no entanto, acho que com a idade que tenho lhe poço afirmar com algum rigor que, só começará a "esquecê-lo", no momento em que determinar que o quer esquecer...

Se acha que o pode reconquistar, lute com coragem e determinação, não se esquecendo nunca que não poderá "beliscar" a sua DIGNIDADE...!!!

O seu equilíbrio emocional só será reposto com UMA, desta duas...

Ânimo!!
Feleciodades

O Trin
De Bianca a 1 de Dezembro de 2006 às 14:43
Pois é Trin... como poderei convencer-me a mim própria a esquecer alguém que, apesar de tudo, sim, dos momentos bons e menos bons, SEMPRE me deu tudo?... como poderei esquecer alguém que me amou da forma como ele amou, e com quem vivi TANTA coisa, linda, aventureira, de descoberta e construção? Como poderei dizer a mim própria "Esquece tudo, não vale a pena!"?... como Trin?... sim... não quero esquecer... mas devia ser obrigada a fazê-lo... porque sofro... porque penso em tudo o que vivi com ele, tudo o que crescemos juntos, e agora mais do que nunca preparados para dar o melhor de nós um ao outro, e não poder fazê-lo, por medo, por receio, por recusa?...
sei que posso reconquistá-lo... mas ele tem de deixar uma porta aberta... eu encontro-a, mas ela tem de existir...
Grata pelas suas palavras Trin, do fundo do coração. A sua opinião é muito importante para mim. Grata.
Tudo de bom;'*
De Gota a 29 de Novembro de 2006 às 17:38
Olá Bianca!

Acho que não existe nenhuma formula magica pra tal... Se houver recomenda-me! :p

acredito sim, que haja formas de diminuir o sofrimento que possas estar a sentir, mas essas mesmas formas cabe a cada um conseguir descobrir, eu descobri a minha "dentro de mim"!

Vasculha lá bem ai o teu interior, que deves ter respostas pra tal!!

Beijola
De Bianca a 1 de Dezembro de 2006 às 14:46
Querida Gota... grata pelas tuas palavras... sim, vasculho tudo dentro demim... e inevitávelmente é sempre a Ele que encontro... ele entá em toda eu... sim, sei que tenho de aprender a abstraír-me dele, e procurar o meu eu, solo... sim, pouco a pouco encontro-o... esforço-me muito, e encontro-o...
beijinhos grandes querida Amiga
De Gota a 1 de Dezembro de 2006 às 14:50
Holla! Já me habituei a que o meu nick fosse habituado ao sexo oposto - feminino!
A sua origem é bem diferente... E tb não é por ai que vou chatear neste mundo virtual!!

Em vez de querida, podes chamar, querido, lol ou simplemente Gota, como preferires!

Se visitares por estes dias, vais la encontar a ultima conversa com a minha "voz"...

E olha, bejito e não penses muito, que faz mali!!

Bejito
De Bianca a 1 de Dezembro de 2006 às 18:17
Meu querido... desculpa ;) tento sempre visitar quem me escreve, pois interesso-me tb pelas histórias de quem me apoia e partilha um bocadinho de si cmg... por vezes o tempo é pouco, na maior parte das vezes é a cabeça que é pouca... mas lá irei, sem dúvida.
Bijinhos Gota, fica bem
De semprevida a 29 de Novembro de 2006 às 17:58
Oi amiga

Já há algum tempo que não lia nada teu... cada palavra tua, é quase um retrato da minha vida, mas volto a dizer que devemos manter a esperança, pois é ela que nos mantem vivas. Esperança de que vamos conseguir, que voltaremos a sorrir não com o mesmo brilho no olhar, isso poderá não ser possivel, mas a nossa vida depende do amor que tenhamos para receber e para dar.
Lê o meu blog "cada dia é mais um dia.."
è um retrato da luta que travamos por dentro... não é facil, mas se tu não te achares bela... quem achará...

Bjs
De Bianca a 1 de Dezembro de 2006 às 17:51
Semprevida...
Sim, Esperança... fui ver o teu blog... a luta é essa mesma...
Obrigada... Força SempreVida*
De hanna a 29 de Novembro de 2006 às 20:13
Penso que a formula para o esquecimento passa pelo não amar.Agora o não amar é que é mais dificil de se conseguir...Pareces ter boas memorias.Queres mesmo esquecer?
Beijocas e espero que a tua dor se dilua com o passar das horas e o decorrer dos dias*
De Bianca a 1 de Dezembro de 2006 às 17:53
Querida Hanna...
... se ao menos tivesse sido tudo mau... quem me dera... seria tão mais fácil agora esquecê-lo, desprezá-lo... ignorá-lo...
Se ao menos tivesse sido tudo mau....
grata pela tua força... muito grata*
De LIilana a 29 de Novembro de 2006 às 23:06
Hoje compreendi uma coisa, apesar de sermos indivíduos temos muitas coisas em comum. Fiquei quase boquiaberta quando li algumas das tuas palavras de desespero e angustia e revi a minha própria experiência.
Como pode ser possível uma pessoa que eu nem conheço sentir e pensar exactamente o mesmo que eu.
Conclusão: é condição humana amar perdida, desesperada e incondicionalmente, da mesma forma que é sofrer, enlouquecer e chorar. Esquecer talvez nunca se esqueça completamente, mas poder-se-á aprender a conviver com uma nova realidade e ser-se feliz.
Eu estou a conseguir e sei no fundo do meu coração que também tu (e todos os outros que passam pela mesma experiência) o conseguirás!
De Bianca a 1 de Dezembro de 2006 às 17:57
Conviver-se com uma nova realidade e ser-se feliz... sim... aprender a fazer isso, encontrar a força para o fazer... encontrar a motivação... eu aprendo... acada dia que passa a conviver com esta nova realidade... tento. E vou continuar a tentar até deixar de ter de tentar e nem sequer pensar nisto...
Grata pelas tuas palavras. Muito grata...*
De Luminusidade a 29 de Novembro de 2006 às 23:16
Olá Minha Querida Amiga ...
A formula está dentro de ti ... mas não é a do esquecimento ...
A formula que procuras é a da convivência com a perda sem dor ...
Somos a soma de experiências e situações do passado ... e com elas devemos saber traçar o presente e o futuro ... mas muitas vezes a dor é tão profunda que nos deixa aceitar essa condição e mergulha o nosso ser numa prisão que nos mata … devagarinho e nos rouba a essência do que somos ...
Minha Querida ... tu sabes bem do que falo ...
Mas a formula que procuramos … é outra … e de facto está dentro de nós …
Procura o bom que tens dentro de ti … reencontra a esperança … Afasta esses sentimentos e pensamentos nefastos que te roubam a alegria e a vontade de viver e de ser … procura-te …
E nessa procura … não te esqueças … tu és uma pessoa maravilhosa … a um passo de ser feliz … e deste lado estamos nós …. Os teus amigos ...que não vamos deixar que te escondas nesses véu de sofimento….
Coragem ... Força... Estamos aqui ....
De Bianca a 1 de Dezembro de 2006 às 18:05
Querida Luminusidade...
sim, conviver com a perda, sem dôr... porque esquecer será impossível. Aprendo muito a cada dia que passo neste abandono, neste meio-mundo... aprendo. Sei que serei muito feliz no futuro... e continuo a desejar que seja com ELE.
Já puz tudo em causa, o meu valor como mulher, como ser humano, o valor do Amor... e ainda hoje, nos dias piores do que o normal, volto a pensar nisso... de que valho eu?... mas sei que valho muito. Sou especial, única e ele sabe disso...
Agradeço-te, minha querida Luz, a tua Amizade, tão presente, tão especial... perdoa o meu silêncio... ando perdida... tanta coisa aqui dentro da minha cabeça... tanto passo à frente, e tanto passo atrás... ando complectamente à nora...
Grata, muito grata por estares aí...és-me preciosa...
um abraço muito sentido, cheio de energia positiva para ti, minha Amiga ;')
De anck a 30 de Novembro de 2006 às 00:29
ola amiga,
estava preocupada com o teu silencio.todos os dias te busco no msn,para tentar saber se precisas de alguma coisa.Sei que talvez prefiras fechar-te na tua concha e desabafares com os amigos atraves do blog.acho que necessitas de poder para fora mas no fundo nao esperas resposta senao de ti mesma.de nos talvez esperes compreensao,o saberes que existimos ja por si so te e suficiente,em certo modo.
aqui p ti,sempre que precisares
beijinhos
bibocas
De Bianca a 1 de Dezembro de 2006 às 18:10
Querida Bibocas... perdoa o meu silêncio... como acabei de escrever à minha querida Luminosidade, ando perdida... só tenho uma certeza: que o Amo, que o respeito mais do que nunca, e que o quero a meu lado... prque de resto... tudo à minha volta me baralha... e sim, procuro nas vossas opiniões alguma luz que me guie, alguma nova forma de encarar e interpretar tudo isto qque me mesteja a escapar... quem está de fora vê coisas que nós, demasiado envolvidas, não vemos. São-me preciosos os vossos comentários...
Minha querida Bibocas...
Tudo de bom para ti**
De PFghost a 30 de Novembro de 2006 às 13:58
Acho que não se esquece mesmo. Vivemos rodeados pelos nosso fantasmas...parece que até morrermos. Parece que nos tiram os braços e nos colocam umas proteses..depois lembramo-nos, voltamos a lembrar e a relembrar...quando nos esquecemos...lembramo-nos que já nao pensavamos nisso á muito tempo. e nessa altura os fantasmas voltam, é só aprender a lidar com eles. Como ? nunca entendi
De Bianca a 1 de Dezembro de 2006 às 18:14
PN...
Eu não quero fantasmas em meu redor... quero-o a ele, bem vivo, bem presente... e se tiver que ter algum fantasma, pois será para sempre, pois a partir do momento em que eu o "mate", nunca mais o aceitarei como vivo, para me proteger a mim própria. Nunca mais. E é isso que evito fazer. É por isso que tento não o perder... porque depois não há volta.
Grata, muito grata pelas tuas palavras. Força para ti PN, tudo de bom**

Comentar Luar

.luares recentes

. A Dôr de Sentir e Saber

. o fim

. Cegueira

. inércia

. Inconsistência

. Já não tenho palavras

. A Paz que não existe

. ai... suspiro...

. HOMEM

. Coração fora

.Luas passadas

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Agosto 2006

. Maio 2006

.Janeiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.blá blá blá?

.favorito

. Covardia

. "Amigo"

. Compadre Inventor

. Tu ... um encontro ...

. o maior tesouro do mundo

. Não sei o quê ...

.pesquisar nesta Lua

 

.subscrever feeds